Balanço Geral da 1º Rodada do Future Champions

O campeonato Future Champions teve início com o um grande clássico sul-americano entre Universidad de Chile (Chile) x CA Peñarol (Uruguai) no campo do UniBH Campus Estoril. Foi um jogo muito amarrado no primeiro tempo. Universidad de Chile jogou no 4-4-2 e o CA Peñarol no 4-5-. O Universidad de Chile tomou a iniciativa ,forçando muito o jogo pelas laterais com Martin Cortes pela esquerda e Cristobal Vergara pela direita. Por volta dos 15 minutos da etapa inicial, o Peñarol igualou o ritmo da partida e jogou de igual para igual. No início do segundo tempo, o Peñarol implantou um ritmo forte e com menos de 3 minutos de partida teve um gol anulado do camisa 9 Franco Gonzales e, logo depois, por volta dos 15 minutos, o camisa 7 Ignacio Velasquez fez o gol do Peñarol. O Universidad foi com tudo para tentar o empate, porém, sem efeito algum, fim de partida 1x0 para a representação do CA Peñarol.

O segundo espetáculo do dia ficou por conta do Club América (México) x DC United (EUA) . Foi um jogo que o Club América teve pleno domínio do time americano no primeiro tempo, envolvendo com passes e jogadas que resultavam em chances claras de gol, com isso conseguiu abrir 2x0 (Sanchez e Quintana). Na Segunda etapa inverteram-se os papeis, o time mexicano cedeu à pressão americana, que diminui de cabeça aos 10 minutos e aos 13 empatou (Foss). Foi um jogo muito movimentado em que as duas equipes procuraram sair com a vitória e, pelas circunstâncias, o empate foi o resultado mais justo. 

 

O terceiro jogo do dia teve a estreia de um clube brasileiro, o Vasco da Gama, que não tomou conhecimento do Paris Saint Germain, e abriu o placar com Erick camisa 9 e Yago camisa 11 de penalti. Foi um jogo muito pegado, muitas faltas, e o Paris Saint Germain, teve dois jogadores expulsos. A derrota só não foi maior, porque o goleiro francês Lionnel fez excelentes defesas. Com o futebol apresentado, o Vasco pode ser considerado um dos favoritos do torneio.  

 

O quarto jogo foi entre Atlético Mg x Mamelodi Sundowns. Foi um jogo de extrema correria para o lado africano,  que no primeiro tempo criou as melhores chances de gol, mas não finalizou bem. O Atlético se encontrava perdido em campo e não estava tendo a ligação do meio para o ataque, e assim terminou o primeiro tempo 0x0. No segundo, posturas diferentes e o time africano continuava pecando nas finalizações e, como diz o velho ditado, ``quem não faz leva``. O Atlético fez 1x0 com Marcos Vinicius, camisa 11, na reta final do jogo. O time  saiu com a vitória e os primeiros 3 pontos do torneio.

 

Dando sequência ao Future Champions, agora pelo campo do Baleião, o primeiro jogo do turno da tarde foi Corinthias(Brasil) x Everton (Inglaterra), o time brasileiro toma iniciativa dominando grande parte do primeiro tempo, porém quem abriu o placar foi o Everton, com o camisa 9 Forrester . O primeiro tempo foi muito pegado, muitas faltas marcadas. O nervosismo do Corinthias fazia com que o time errasse muitos passes e aí apareceu a frieza nas conclusões do Everton, ampliando o placar para 2x0, com gol do camisa 10 Hope. Logo após o gol, acaba o primeiro tempo. No inicio do segundo tempo, o Corinthians toma iniciativa, cria as melhores jogadas e chances de gol, porém peca muito na finalização. O Everton por sua vez se mantém bem armado taticamente com uma boa marcação, não dando chances ao time brasileiro. E, assim, o time inglês segura o resultado de 2x0 e soma os 3 primeiros pontos na competição.
 

O segundo jogo do turno da tarde foi sem dúvida o mais esperado, Cruzeiro (Bra) x Barcelona (Esp). O pré-jogo teve uma cerimônia de abertura com participação do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda. A partida começou bastante movimentada, o time do Cruzeiro não tomou conhecimento do poderoso Barcelona e foi pra cima. Jogando no 4-4-2 o Cruzeiro tentou jogadas com o camisa 9 Leo, que também representa a Seleção Brasileira Sub-17, levando assim muito perigo para a zaga espanhola. O Barcelona pouco produziu nessa primeira etapa e não levou perigo ao goleiro cruzeirense Charles e, assim, termina a primeira etapa em 0x0. No segundo tempo, o Cruzeiro implanta um ritmo alucinante e esbarra sempre nas finalizações. Pelo alto, Pedro Paulo camisa 11 quase abre o placar, mas o zagueiro Bakoyock, camisa 4, tira a bola em cima da linha. Na jogada seguinte, em torno dos 15 minutos da etapa final ,Léo recebe a bola na grande área e bate na saída do goleiro Balleste do Barcelona, fazendo 1x0 para o Cruzeiro. Com a vantagem no placar, a equipe do Cruzeiro se defendeu bem e, aos 25 minutos, uma infelicidade para o jogador do Barcelona Bagnack, camisa 14, que, ao dividir uma bola, levou a pior, de acordo com a assistente Cinthia Mara da Silva, o jogador sofreu uma fratura exposta na tíbia e não disputa mais o Future Champions BH. O jogo ficou parado em torno de 15 minutos e, quando a bola voltou a rolar, o Barcelona quase empatou com o camisa 11 Ebwelle, mas o zagueiro Willians, camisa 4 do Cruzeiro, tirou a bola em cima da linha. E assim, termina o jogo Cruzeiro 1 x 0 Barcelona.

 

Destaques da primeira rodada 

* A velocidade do time africano Mamelodi Sundowns. É um time que implanta um ritmo muito rápido no início, e foi de surpreender a todos que assistiram, porém, com a temperatura em torno dos 34º graus, foi difícil manter o mesmo ritmo. 

* A qualidade do toque de bola do Vasco. O time jogou de forma compacta, demonstrou maturidade dentro de campo ganhando por 2x0 do Paris Saint German 

* A equipe do Cruzeiro que não tomou conhecimento do Barcelona, impôs seu ritmo de jogo, venceu e convenceu 

* A habilidade do Meia Americano da equipe do DC UNITED. O jogador Foss, que mostrou ter muita técnica e foi um dos responsáveis pela reação da equipe americana no segundo tempo contra o Club America. 

Este foi apenas o primeiro dia de Future Champions, acompanhe nos próximos dias a resenha diária dos jogos.